Mais de 500 servidores da Educação terão salário de fevereiro bloqueado

A secretária Suelem Furtado, da Sead, disse que o servidor que tiver a conta bloqueada deve procurar a secretaria para atualizar seu cadastro.

Mais de 530 servidores da Secretaria de Estado da Educação (Seed) terão bloqueada a primeira parcela do salário de fevereiro (60%) bloqueada pela Secretaria de Administração (Sead). Eles não fizeram a atualização cadastral realizada entre 28 de novembro e 9 de dezembro do ano passado.

A secretária Suelem Furtado, da Sead, disse que o servidor que tiver a conta bloqueada deve procurar a secretaria para atualizar seu cadastro. A secretaria funcionará nesta a sexta-feira (24/2) e retorna somente depois das 14h de quarta-feira (1º/3). Além disso, o servidor com a conta bloqueada terá que esperar mais 72 horas para o dinheiro seja compensado na sua conta corrente. De acordo com Suelem Furtado, atualização cadastral vai subsidiar toda decisão relacionada a carência de pessoal na educação sobre contratos temporários.

Dos 16 mil servidores do setor, 95% fizeram o recadastro dentro do prazo. No mês passado, quem não a atualização do cadastro recebeu notificação informando sobre a prorrogação do prazo, no entanto, mais de 500 funcionários públicos ainda deixaram de atender ao chamamento.

.